Casal brasileiro dá volta ao mundo

O propósito do Viagem em Sintonia é inspirar as pessoas a viajar, por isso esse espaço está aberto aos viajantes, que sempre tem uma história pra contar e uma dica-amiga pra dar. Hoje vocês vão acompanhar a viagem de VOLTA AO MUNDO do casal Thainá Cabral e Eduardo Glitz.

A viagem de volta ao mundo de Thainá Cabral, 29, e Eduardo Glitz, 36, começou em março desse ano na Nova Zelândia. Desde então, eles já passaram pelos seguintes países: Austrália, Indonésia, Cingapura, Tailândia, Laos, Camboja, Vietnã, Butão e Índia (onde estão agora). Quanta experiência em quatro meses! E é só o começo da aventura desse casal que vai viajar para 40 países no período de 1 ano.

Encontrei o perfil da Thainá no instagram por acaso e uma foto chamou a minha atenção!

Cingapura
Thainá no Marina Bay Sands Hotel, em Cingapura.

Daí já fui dar aqueeeeela fuxicada no perfil e em três ou quatro fotos me apaixonei! Logo no começo vi fotos da Austrália, onde fiz intercâmbio-amo-e-morro-de-saudades! Em seguida, fotos da Ásiaaaaaaaaa! *.* muito amor! Também gostei das legendas, com dicas úteis e informações sobre a história ou cultural local. Pra completar, a biografia do perfil já avisava: Volta ao mundo!

Oi? Volta ao mundo? Quem é essa menina? Quero saber mais!

Skyeline Queenstone
No Skyline de Queenstown, Nova Zelândia. Detalhe: phyna-e-estilosa em T-O-D-A-S as fotos! Como assim, gente? Esse look descolado não rola nem no meu dia-a-dia, imagina viajando?! hahahaha.

 

A Thainá nasceu em São Luiz Gonzaga (RS), mas vivia no Rio de Janeiro (RJ) até que, no ano passado, o Eduardo decidiu que era hora de tirar um ano sabático {sonhoooooo}. Ele vendeu a parte dele na empresa (fundada 10 anos atrás) e a Thainá, que é dona de uma loja virtual de roupas, contou com a parceria da sócia, que é mãe dela, para continuar tocando o negócio. “Achamos que seria legal conhecer outras culturas e hábitos diferentes e fazer o que a gente mais gosta, que é viajar, antes de ter filhos”, conta Thainá. #partiumundo

>>> Confira a entrevista com Thainá Cabral:

VS – Como vocês selecionaram os países? Deve dar vontade de ir para quase todos, hehehe.

Pegamos o mapa do mundo e começamos a ver todos os países que gostaríamos de conhecer e pesquisamos em blog experiências de pessoas já tinham vivido. Com base nisso, montamos nosso roteiro e compramos nossas passagens de volta ao mundo. Gostaríamos até de ir para mais países, mas alguns fatores pesaram, como segurança, questões políticas ou climáticas.

VS – Como você se preparou para a viagem?

Pesquisamos em blogs de viagens sobre os destinos que escolhemos e em seguida descobrimos que, financeiramente, comprar a passagem de volta ao mundo valeria muito mais a pena do que os trechos separados. A Star Alliance tem um simulador de passagem de volta ao mundo que ajuda muito na hora de montar a programação.

Lake Mckenzie, em Fraser Island, na Austrália.
Lake Mckenzie, em Fraser Island, na Austrália.

VS – Como funciona o simulador de passagem de volta ao mundo que vocês usaram?

A passagem de volta ao mundo permite parar em no mínimo 3 e no máximo 15 destinos, definimos na hora de comprar, mas ela pode ser remarcada a qualquer momento, sem custo, o que é ótimo pra gente! No decorrer da viagem vamos montando a programação de cada local, reservando os hotéis e comprando os trechos internos. Para a hospedagem usamos o hoteis.com e para as passagens, o aplicativo skyscanner, que é uma mão na roda pra descobrir as companhias aéreas que operam em cada trecho.

Confira o roteiro da Volta ao Mundo da Thainá e do Eduardo <3

 

casal brasileiro dá a volta ao mundo

VS – Já passaram algum perrengue?

Nenhum perrengue considerável, mas lembramos bem da dificuldade de comunicação que tivemos na Tailândia. Pedimos um táxi para ir a um restaurante e o taxista acabou nos levando para outro lugar, só que não conseguíamos dizer onde era o lugar, pois ele não falava inglês e nem conseguia ler o nome do restaurante no papel porque o alfabeto é totalmente diferente. No fim das contas buscamos no Trip Advisor o restaurante mais próximo de onde estávamos e tentamos uma comunicação via Google Tradutor e ele acabou nos levando para um restaurante local muito trash.

Bangkok Tailândia
Em Bangkok, segundo ela, “usar look templo num calor de 60 graus faz parte da programação turística”.

VS – Quais lugares mais te encantaram?

Cada lugar tem o seu encanto, mas eu amei conhecer o Butão, Vietnã, Laos e a Austrália.

VS – O que mais te surpreendeu até agora?

A segurança dos lugares. Estava um pouco insegura e acabei me surpreendendo positivamente. Não existe violência nos lugares onde tem tanta ou mais pobreza que o Brasil e o máximo que pode acontecer é roubarem algo se você estiver desatento, o que não acontece com a maioria de nós brasileiros que estamos sempre ligados!

Registro no Butão. "Uma foto para mostrar pra vocês o que mais me encantou no Butão: os butaneses. É quase que inexplicável e só olhando dentro dos olhos deles para perceber o quanto são puros, verdadeiros, queridos, simples, humildes e inocentes."
“Uma foto para mostrar pra vocês o que mais me encantou no Butão: os butaneses”, declara Thainá.

VS – Alguma coisa te decepcionou?

Não, porque não criei nenhuma expectativa em relação a nenhum lugar e isso eu já levo pra vida: viver um dia de cada vez e não criar expectativa de nada e nem ninguém!

VS – Como tem sido a rotina de vocês?

A gente vai fazendo os roteiros dias antes de ir para o próximo destino, mas acaba sentindo quando chega no lugar. Conhecer tudo o que planejamos depende da nossa disposição no momento e quando optamos por uma semana corrida, conhecendo algo novo todo dia, por exemplo, procuramos tirar uns dias de folga, já que não é uma viagem de curto prazo. Geralmente tiramos dias offs para preparar o roteiro do próximo destino. Ás vezes também acontece de ter day off forçado por causa de chuvas, kkkkkkk.

Jatiluwih, o maior terraço de arroz de Bali, na Indonésia.
Jatiluwih, o maior terraço de arroz de Bali, na Indonésia.

VS – Qual dica você daria para quem tem vontade de dar a volta ao mundo?

Vá sem medo e com a cabeça muito aberta para conhecer novos hábitos e culturas, não crie expectativa de nenhum lugar, apenas vá e tente ver o lado bom que cada lugar pode te oferecer. Prepare-se para aprender coisas que você jamais aprenderia, explore o máximo que puder e, principalmente, conheça pessoas, no final das contas é o que mais vai ficar na sua lembrança.

Krabi-VS – Qual experiência e ensinamento você vai levar pra sua vida? 

Estar em constante busca de uma evolução espiritual. Ao conhecer alguns países na Ásia, pude perceber o quanto a espiritualidade afeta a cultura e o comportamento das pessoas. Em países muito mais pobres que o Brasil, por exemplo, não existe tanta violência, porque eles acreditam em algo muito maior, passam uma energia muito boa e, principalmente, são felizes vivendo, muitas vezes, em condições precárias. O que realmente importa é “ser” e não “ter”. Acho que é isso 🙂

 

________________________________________________________________________________________________________

São tantas fotos lindas que ficou difícil escolher e, sinceramente, acho que vocês precisam ver essas fotos, gente, sério! hahaha. #fotochata

Angkor Wat
Angkor Wat, Camboja.
Brighton Beah Melbourne
Brighton Beach, Melbourne, Austrália.
Chiang Mai - Tailândia
Programa de voluntariado Sunshine for Elephants, onde você passa o dia inteiro com 3 elefoas, dando comida, banho e caminhando com elas no meio da floresta. Em Chiang Mai, Tailândia.
Hoi An - Vietnam
Hoi An, Vietnã.
Kuang Si Waterfall
Kuang Si Waterfall, em Luang Prabang, Laos.
Luang Prabang, Laos.
Pelas ruas de Luang Prabang, Laos.
Monkey Beach - Koh Phi Phi
Monkey Beach, em Koh Phi Phi, Tailândia.

Marlborough Vintners Nova Zelândia

Marlborough Vintners Hotel, Nova Zelândia.

Franz Josef Glacier Nova Zelândia
Franz Josef Glacier, Nova Zelândia.
Hanoi Vietnam
Pelas ruas de Hanoi, Vietnã.

 

 

Taj Mahal
Taj Mahal, Índia.

 

Agora uma foto do casal realizando o sonho da viagem de volta ao mundo  <3

casal-volta-ao-mundo

________________________________________________________________________________________________________

Está se sentindo completamente inspiradx? Toca aqui! 🙂

Espero que as dicas desse casal aventureiro sejam muito úteis para a sua próxima viagem!!!

Beijocas,

Keila.

>>>>> Siga-nos no Instagram

>>>>> Siga-nos no Facebook 

 

The following two tabs change content below.
Keila Marques
Curiosa e interessada, é movida pelas descobertas de diferentes estilos de vida, culturas, costumes, histórias e sabores! Já fez intercâmbio no Chile e na Austrália e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo!
Keila Marques

Latest posts by Keila Marques (see all)