O que fazer em São Petersburgo, na Rússia?

Você vai conhecer o “berço da Revolução Russa”, a cidade que foi a capital do Império Russo até o início da primeira guerra mundial, que é considerada a que melhor representa o Império Russo, e por aí vai, então…

Senta que lá vem história! Porque o passeio será completamente histórico e cultural! E olha que a cidade não é tãaaao antiga assim, hein?! Mas vamos ao que interessa: o que fazer em São Petersburgo em quatro dias? Sintoniza aí no modo viagem que eu vou te mostrar 🙂

IMG_0365
Na foto, o Palácio do Estado Maior, que faz parte do Museu Hermitage. Só pegamos dias nublados, como vocês podem ver, mas mesmo assim, nos divertimos muito!!!

 

O seu roteiro será recheado de palácios imperiais, museus – são mais de 90 – e catedrais. Se você não entende nada de arte como eu {#soudessas, hehehe}, NO MÍNIMO vai ficar chocada com a arquitetura grandiosa e a ostentação nos palácios imperiais. Pura rykeza!

São Petersburgo foi fundada por Pedro O Grande em 1703 e 10 anos depois, tornou-se a capital do Império Russo. Pedro foi o primeiro membro da realeza a viajar para a Europa e quando voltou trouxe novas ideias que influenciaram a construções imponentes da cidade. A arquitetura é um show à parte! Você para, olha e se sente pequeno {e acho que a intenção é essa mesmo}. Essa sensação de encantamento te invade em praticamente todos os lugares que você vai. Aí é que tá o tchan da cidade!

Hermitage

IMG_0376

Passeio imperdível! Tem que ir, mesmo se você não gosta/entende de arte. A Rússia foi comandada por mulheres mais de uma vez {lá, o #girlpower não é de hoje, gente}. Por isso, a influência feminina é forte e reflete na arte e cultura local. A Catherine II é, sem dúvidas, a mais importante {pra quem tiver curiosidade, o filme Catarina A Grande já foi exibido pela Globo em formato minissérie}.

Graças a ela, os russos têm um dos maiores museus de arte do mundo, o Hermitage. Construído entre 1771 e 1787, o museu surgiu através de um pedido da Imperatiz para que ela pudesse guardar sua coleção de mais de 2.500 de pinturas, 10 mil pedras preciosas esculpidas, peças de porcelanas, armaduras e por aí vai… Hoje o acervo tem mais de 3 milhões de itens! 0_0

IMG_0364

O Hermitage não é “só” a fachada maravilhosa que você vê na foto aí em cima. Essa é a entrada principal, chamada de Winter Palace, de um museu enoooooorme! Dá só uma olhada:

Imagem: www.saint-petersburg.com
Imagem: www.saint-petersburg.com

A coleção de Catherine II era tão grande que para guardá-las foi preciso construir um verdadeiro complexo nas margens do rio Neva. Paiamado! Se fosse nos dias de hoje, ela seria entrevistada por aquele programa Acumuladores do History Channel.

Hermitage - dentro - São Petersburgo

Prepara:

  • Horário de funcionamento: Terça, quinta, sábado e domingo> 10h30 às 18h; Quarta e Sexta> 10h30 às 21h. Segunda> Fechado.
  • Preço: 17,95 dólares para um dia e 22,95 dólares para dois dias. O acesso é livre às primeiras terças-feiras do mês.
  • Evite filas para comprar o ingresso e reserve o seu online clicando aqui.
  • Metrô mais próximo: Admiralteyskaya
  • Reserve, pelo menos, uma tarde para fazer o passeio, porque o museu é GG!

Igreja do Sangue Derramado  

Igreja Sangue Derramado - São Petersburgo

Uma Igreja tão linda que leva esse nome triste para prestar homenagem ao Tsar Alexander II, assassinado no local onde ela foi construída, em 1881. Esse efeito é causado pela justaposição de materiais, como painel e mosaico com imagens de santos e o brazão que representa o império russo. Esmalte de joias foi usado para pintar o topo das cinco torres da Igreja {os coloridos não parecem um sorvete de casquinha?}.

IMG_3384

 

Essa Igreja é tão linda, mas tão linda, que é difícil de contar. Melhor mostras as fotos! As pinturas contam passagens da Bília e são perfeitas. É impressionante!

 

Igreja Sangue Derramado teto 2

Dica:

  • Em 1h30 você conhece a Igreja. Ela não é tão grande quanto parece, mas tem muitos detalhes.
  • Ao sair da Igreja, à noite, encontramos um bar de jazz incrível chamado Dom 7 Jazz Club. Ele fica na rua do canal Griboedova, que passa ao lado da Igreja. É bem intimista, você fica pertinho da banda, uma delícia!
Imagem: www.restocenter.ru
Imagem: www.restocenter.ru

 

Fortaleza Pedro e Paulo

 

Catedral Pedro e Paulo

É considerada o marco de fundação da cidade e foi construída a pedido de Pedro O Grande em 1703. A história desse lugar é #trash. Muitos trabalhadores morreram durante a construção e depois de finalizado, o lugar serviu para manter e torturar prisioneiros políticos. Hoje as celas onde eles ficavam estão abertas ao público. Os pontos altos do passeio são a Catedral Pedro e Paulo e o museu de peças utilizadas para torturar prisioneiros – esse aí é tenso, viu?! Dá só uma olhada.

IMG_0465

Curiosidade: O escritor Fyodor Dostoyevsky passou 8 meses preso em uma solitária da Fortaleza, em 1849. Ao final do confinamento, ele e outros 21 “conspiradores” do partido socialista foram submetidos a uma simulação de execução macabra e exilados na Sibéria. Essa experiência está no livro do escritor chamado O Idiota.

>>>>>>>> Vamos para um assunto mais leve? 🙂

Teatro Mariinskiy

IMG_0798

Fomos assistir o famoso espetáculo The Nutcracker e amamos! O combo música + dança + interpretação dos bailarinos é completamente envolvente. Você se emociona com a história e se encanta com o talento deles! O teatro em si é maravilhoso!

A fachada já impressiona, mas aí você entra e tem todo aquele ritual. Pessoas phynas, com penteados nos cabelos, jóias e tudo o mais… Não sabia que rolava esse dresscode da rykeza, não. Bom, mas voltando ao ritual… você deixa o seu casaco gigante na chapelaria antes de entrar {depois rola uma mega fila para retirá-los, prepare-se} e quando entra no teatro: tcharaaaaammmmm!!!

Curiosidade: O ballet russo começou em 1738 quando uma dançarina francesa criou uma escola em St. Petersburgo para treinar os filhos dos empregados do palácio.

Dica:

  • Reserve o seu ticket antes da viagem, é só clicar aqui
  • Dá pra ir a pé até o teatro se você estiver hospedado na principal avenida da cidade, a Nevskiy Prospect: são 20 minutos caminhando

Museu Russo do Estado

state-russian-museum-in-st-petersburg
Imagem: www.saint-petersburg.com

O Museu Russo do Estado disputa com a Galeria Tretyakov, de Moscou, o título de melhor coleção de arte russa. O czar Alexandre III era muito nacionalista e foi o primeiro governante a fazer uma grande coleção de arte somente de artistas russos. O que motivou o seu filho, Nicholas II, a comprar o Palácio Mikhailovskiy para abrigar a coleção e homenageá-lo. As portas foram abertas ao público em 1898.

A coleção do museu inclui mais de 400 mil obras de arte que cobrem a história completa da arte russa, desde ícones do século 11 até o trabalho de artistas de vídeo contemporâneos. Detalhe: busquei essas infos no site do Museu já que não conseguimos visitá-lo =/

Avenida Nevskiy Prosperkt

Avenida Nevsky
Ainda com decoração natalina.

Ficamos hospedados na principal avenida de São Petersburgo e isso facilitou muito a nossa vida! Na virada do ano, por exemplo, ela é bloqueada para carros e fica lotadaaaaaa – ou seja, você sai do hotel e se joga na festa! Conto mais em um próximo post, tá?!

Segue a lista de onde ir na Avenida Nevsky:

  • Hermitage
  • Catedral Lady of Kazan
  • Estátua da Catharina A Grande
  • Palácio Stroganov
  • Biblioteca Russa Nacional
  • Literary Café (onde o poeta Pushkin esteve antes de morrer, em 1837)
  • Igreja do Sangue Derramado (em um dos canais que cruzam a Avenida)
  • Yeliseev´s (empório lindo e cheio de doces que parecem de mentira de tão perfeitos)
  • Gostinyy Dvor (shopping, mas vale mais pela história e arquitetura)

_____________________________________________________________________________

Agora vamos para dois passeios sensacionais nas proximidades de São Petersburgo!!!

Palácio Peterhof – a casa de Pedro O Grande

O Palácio fica a cerca de uma hora do centro da cidade, às margens do lago Ladoga. Nunca vi nada igual!!! Um palácio enoooooooorme, como vocês podem ver, e uma cascata logo à frente com tamanho equivalente, formada por uma sequência de mais de 35 esculturas de ouro, 60 fontes e 140 jatos de água! Pedro O Grande viajou pela Europa e trouxe influências de alguns Países, principalmente da França (dá uma olhadinha no Palácio de Versailles).

IMG_0746
O Palácio passava por uma reforma quando nós fomos, por isso não pudemos entrar. Bacana, hein?! =/

IMG_0698

IMG_0711

Infelizmente quando estivemos lá, o palácio estava fechado para reforma. Pois é, uma pena né. Caminhamos pelos jardins imaginando quanta coisa devia ter acontecido ali, quanta história guardava aquele lugar. Quase no final do passeio encontramos, por acaso, uma casinha muito lindinha que vendia pães, doces e café. Fiquei tão encantada por ela que esqueci minha bolsa lá, hahaha. Só fui perceber no caminho para o hotel.

IMG_0721

Palácio Pavlovsk

Imagem: www.saint-petersburg.com
Imagem: www.saint-petersburg.com

Também não conseguimos visitar esse palácio, mas dessa vez por outro motivo: feriado! Era véspera de ano novo e alguns pontos turísticos estavam fechados. Mas enfim… Não deixem de ir!!!! Depois me contem como foi 🙂

Atenção: Nas pesquisas que fiz antes da viagem vi muita gente reclamar da desorganização do acesso ao Palácio, que privilegia quem está em grupo/excursão, e da fila para entrar que chega a levar duas horas, então é melhor se preparar.

  • Horário de funcionamento: Maio a Outubro> das 10h às 18h, ÚNICO dia fechado é na primeira segunda do mês. Novembro a Abril> diariamente, exceção de sexta e da primeira segunda do mês. Somente os State Rooms permanecem abertos durante feriados públicos.
  • Preço do ingresso: 8 dólares (ou 500 rublos) para 1 adulto; 13 dólares para 2 adultos e 1 criança; 17 dólares para 2 adultos e 2 crianças.
  • Preço pra fazer foto: R$ 10; Para fazer vídeo: R$ 15

É isso, pessoal! São Petersburgo é com certeza uma das cidades mais incríveis da Europa!!! Passamos o Ano Novo de 2014 e foi uma experiência marcante! No entanto, por conta da época que fomos, não conseguimos fazer alguns passeios, então #ficadica pra vocês.

>>>>>>> Já foi para São Petersburgo e tem uma sugestão de para fazer? Conta pra gente nos comentários 🙂 Compartilhe a sua experiência!

The following two tabs change content below.
Keila Marques
Curiosa e interessada, é movida pelas descobertas de diferentes estilos de vida, culturas, costumes, histórias e sabores! Já fez intercâmbio no Chile e na Austrália e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo!
Keila Marques

Latest posts by Keila Marques (see all)